quarta-feira, 4 de julho de 2012

Itacaré em segundo lugar no campeonato nacional de surf amador

Por:  Bella Papadopoulou. 

Itacaré celebrou no último final de semana na praia de Batuba em Olivença - Ilhéus a conquista do vice campeonato da 2ª etapa do Billabong Brasileiro de Surf Amador 2012. 

O atleta local Iago Silva foi vice-campeão na categoria "open" trazendo mais um título para a meca do surf brasileiro, Itacaré.
Durante todo o campeonato um alto nível de surf foi mostrado por todos os surfistas jovens do pais. Enquanto vários surfistas talentosos mostraram suas habilidades na água, um problema permanece, a falta de patrocínio e de suporte no esporte. 
O surf é um esporte de integração social e cultural, a Bahia inclusive permite essa mistura por ser um estado que possui uma grande frequência de ondas. Vários representantes do surf nacional e mundial como Jojó de Olivença, duas vezes campeão nacional, são baianosdiz o responsável pela parte de mídia da competição, Chico Padilha.
O problema de vários jovens surfistas atualmente é a falta de um bom patrocínio oferecendo todo suporte nas competições. Esta competição nacional pode ser considerada como uma verdadeira vitrine dando oportunidades para os surfistas serem descobertos e possivelmente conseguir uma carreira como surfista profissional.
Adalvo Argolo, presidente da Confederação Brasileira de Surf, declara que este evento que acontece por 20 anos é considerado uma olimpíada do surf nacional. 
Porque esta competição não é realizada em Itacaré?
Itacare possui uma grande qualidade de ondas e inclusive já sediou duas etapas do circuito mundial feminino de surf, o Billabong Girls Pro entre vários outros, porém, não basta ter boas ondas e uma boa estrutura, dependemos do apoio de verba do poder público e da organização local. Há muito interesse por parte da confederação em realizar outros eventos na cidade” diz Adalvo.
Em meio ao crowd, como espectadora, estava a representante brasileira da elite do surf mundial, a cearense Silvana Lima, apreciando o talento da nova geração.
“Há vários surfistas talentosos nesta competição e um dos meus favoritos é o itacareense Iago Silva que vem mostrando um bom repertório de manobras durante a competição” diz Silvana.
Iago Silva de 19 anos, itacareense, foi vice campeão da etapa. Este é o seu quarto ano disputando o circuito brasileiro.
“Meu lugar favorito é a praia da Tiririca em Itacaré. É uma onda alucinante, vários tubos e oportunidades de manobras, onde sempre encontro meus amigos e tem uma atmosfera muita boa” diz Iago.
Outro competidor de Itacaré é Nicolas Carvalho de 18 anos que perdeu nas quartas de final conquistando o nono lugar. Ele se sente sortudo por poder treinar em umas das melhores ondas do Brasil.
“A Bahia é um dos melhores lugares do nordeste, muitas ondas boas, e Itacaré que é considerado o Hawaii baiano, me sinto bem em representar a cidade nas competições” diz Nicolas.
Carol Fernandes de 15 anos, Carioca, que surfa desde os seis anos de idade, conquistou a terceira colocação na categoria feminina Junior, passando uma mensagem para todas as garotas que pensam em surfar.

“Surfe é um esporte maravilhoso, você esta dentro da natureza, com certeza o mar é umas das coisas mais especiais que temos, vale a pena tentar e incentivar o surf feminino” diz Carol.