terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Estradas de acesso à Itacaré estão liberadas

Para conforto de todos os turistas, moradores e empresários, as estradas que ligam à Itacaré estão liberadas para acesso normal, tanto de ônibus quanto de carro. Elas tinham sido danificadas devido às fortes chuvas da semana passada, mas hoje tudo voltou ao normal. As informações são das empresas de ônibus que operam na região.

Para quem vem por Ilhéus, o tráfego já se normalizou nesta manhã, com acesso através dos ônibus normais. Resultado do trabalho que há dois dias equipes de manutenção vêm realizando para a recuperação do trecho que é entre Serra Grande e Itacaré, na altura do Km46.



Já o tráfego via Bom Despacho, pela BA 001 também foi normalizado, e está com um desvio na cidade de Ituberá; com isso o acesso está com o mesmo tempo de duração e o transporte por ônibus custando o mesmo valor.

Para quem vai para Barra Grande ou Maraú, via BR 030, o trabalho de manutenção emergencial que foi realizado entre os dias 19 e 20/12, no local onde a estrada se rompeu, próximo ao povoado do Caubi, conseguiu deixar a BR 030 transitável tanto para carros grandes quanto para carros pequenos.

Para alívio de quem não quer deixar de conhecer ou estar nas belas praias de Itacaré e Barra Grande neste verão, e, para alívio também, dos empresários, que por um momento acharam que perderiam vendas e que haveria uma queda no movimento, os acessos à Itacaré e Barra Grande estão livres e com o mesmo tempo de duração.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Festival Gastronômico Sabores de Itacaré

Da barraca de praia à creperia, os estabelecimentos mais charmosos da cidade de Itacaré se preparam para receber o I Festival Gastronômico “Sabores de Itacaré”, que acontece entre os dias 11 a 21 de dezembro.



Os proprietários se organizam para apresentar as delícias da culinária e mostrar o que Itacaré tem de melhor quando o assunto é gastronomia, já que o destino é famoso pelas belezas naturais.
Na sua primeira edição, o Festival Gastronômico reúne 36 estabelecimentos, dentre eles: bares, restaurantes, pizzarias, docerias, barracas de praia, creperia, lanchonetes, panificadoras, burguerias, sorveterias e cafeterias. O Festival Gastronômico classificará quatro categorias - prato principal, petisco, lanche e sobremesa. Durante os dez dias, o público poderá degustar os pratos inscritos a preços promocionais.

Com o tema “Riquezas do Mar e da Terra”, as receitas dos pratos apresentados devem ter como ingredientes principais os produtos tradicionais da região cacaueira cultivados pela agricultura familiar. O objetivo do evento é firmar uma identidade gastronômica através da culinária sustentável e da valorização dos produtos locais e regionais.

A cidade de Itacaré receberá nove renomados chefs de cozinha que irão apresentar aulas-show, rodas de conversas e oficinas gastronômicas abertas ao público. Entre eles, estão Rosa Gonçalves ''''chef curadora do Festival'''', Paulinho Martins, Clodomiro Tavares, Osmane Silva, Don Fabrizio Abbate, João Telles, Maria Darckneider, Jamilton Rodrigues e Josenice Guimarães. Na programação do festival haverá uma visita técnica a uma fazenda na Zona Rural de Itacaré e a Corrida dos Garçons.

A cultura e a música também terão espaço garantido no Festival. Manifestações culturais como Capoeira, “Bicho Caçador, “Volta da Jibóia”, samba-reggae, bandas locais e regionais se apresentarão no palco que será montado na Praça da Mangueira, na Rua da Pituba - avenida mais movimentada da cidade.




Segundo o prefeito de Itacaré, Jarbas Barros, o Festival Gastronômico se trata de um grande evento, pois a partir dele os visitantes que ainda não tiveram chance de conhecer os sabores de Itacaré terão uma oportunidade de usufruir da culinária local que é extremamente saborosa. “O evento torna Itacaré um destino turístico completo com atrativos naturais, culturais, e também gastronômicos”, afirma o prefeito.
 

 O I Festival Sabores de Itacaré é uma realização da Prefeitura Municipal de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, em parceria com a Escola de Culinária Rosa Gonçalves, e conta com o apoio da Abrasel e Senac. O evento é patrocinado pela Secretaria de Turismo da Bahia e Sebrae. 

Para acompanhar fotos, pratos e estabelecimentos participantes, acompanhe o Facebook Sabores de Itacaré

Fonte: ASSECOM - Prefeitura Municipal de Itacaré

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Calçamento do Bairro da Concha

A obra que contempla ruas da Concha, a partir do Colégio Manoel Castro até o o posto São Miguel está a todo vapor.


Em breve moradores e turistas terão mais uma via de trânsito segura e de qualidade. O bairro da Concha ainda contará com uma 2ª etapa, prevista para o próximo ano, que contemplará a rua da Praia da Concha.

Outras obras em andamento são:
- Construção da UPA - Unidade de Pronto Atendimento;
- Construção do Conselho Tutelar;
- Construção de postos de saúde;
- Construção de creches e quadras poliesportivas;
- Construção de casas populares.


Fonte: ASSECOM - Prefeitura Municipal de Itacaré

sábado, 1 de novembro de 2014

Alex Ribeiro e Tatiana Weston-Webb são os vencedores do Mahalo Surf Eco Festival

O paulista Alex Ribeiro foi o vencedor do último dia do Mahalo Surf Eco Festival, faturando os 15 mil dólares e os 1.000 pontos da vitória na final da etapa do ASP 4-Star da Bahia contra o francês Paul Cesar Distinguin na lotada Praia da Tiririca, em Itacaré.


"Foi uma bateria de notas baixas, mas consegui escolher duas ondas ali para fazer algumas manobras e ele também não se achou na bateria, então deu tudo certo para mim", disse Alex Ribeiro, que subiu da 42.a para a 37.a posição no ranking mundial do ASP Qualification Series e aumentou a vantagem na corrida pelo título sul-americano da ASP South America com a sua segunda vitória no ano no continente. A outra foi em Mar del Plata, na Argentina. O título de melhor surfista profissional da América do Sul será decidido no ASP Prime de Maresias, que começa nesta segunda-feira em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. Seus dois únicos concorrentes são o também paulista Jessé Mendes e o cearense Michael Rodrigues.

A decisão feminina foi havaiana, com Tatiana Weston-Webb conquistando sua primeira vitória no ASP Qualification Series sobre Alessa Quizon. As duas barraram as brasileiras Jacqueline Silva e Suelen Naraisa, respectivamente, nas semifinais que abriram o sábado decisivo da sétima edição da etapa do Circuito Mundial.


A final feminina aconteceu antes da masculina, e as ondas na praia da Tiririca estiveram melhores, com a disputa mais acirrada entre as havaianas Tatiana Weston-Webb e Alessa Quizon. As duas começaram bem a bateria, com Alessa largando na frente com nota 7,75 contra 6,75 da Tatiana. Elas foram trocando a liderança praticamente a cada onda surfada, até Tatiana destruir outra esquerda com várias manobras para tirar nota 6,95 e abrir uma vantagem de 7,85 pontos. Alessa ainda fez uma última tentativa e quase virou o placar, mas recebeu nota 6,85 e a vitória de Tatiana Weston-Webb foi confirmada por 14,70 a 13,60 pontos.

Fonte: SurfBahia

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Dupla em quinto - 5º dia do Mahalo Surf Eco Festival 2014

Marco Fernandez finaliza em quinto na etapa 4-Star do WQS.
Foto: Leandro Rolim
A quinta-feira foi marcado por disputas acirradas e muita emoção na praia da Tiririca, palco do Mahalo Surf Eco Festival, em Itacaré (BA).

Na abertura das oitavas de final, o surfista de Arembepe, Marco Fernandez, travou uma batalha pela classificação para as quartas. Com notas 8,00 e 5,80 pontos, Marquinho avançou em segundo, na cola do australiano Jay Thompson, que marcou 8,85 e 6,00 em suas duas melhores ondas e venceu a bateria. Em terceiro ficou o paulista David do Carmo e em quarto o carioca radicado em Portugal, Pedro Henrique.

Depois foi a vez da estrela local Yagê Araújo entrar na água e levantar o público com uma bela atuação. Gegê cravou 8,25 e 6,15 pontos para vencer a bateria e deixar o surfista de Ilhas Guadalupe Paul Cesar Distingui em segundo, autor de notas 7,50 e 5,50 pontos. Completaram a bateria o australiano Cahill Bell-Warren em terceiro e o paulista Renato Galvão em quarto.

Pelas quartas de final e em baterias homem a homem, Marco Fernandez encarou o catarinense Yago Dora numa batalha de alto nível. O baiano atacou as esquerdas com seu backside afiado e obteve 7,00 e 5,20 pontos em suas duas melhores ondas. Yago Dora respondeu com um ataque preciso e abusou das manobras aéreas para cravar 8,00 e 6,65 e se classificar para as semi finais do sábado decisivo.

As expectativas se voltaram para o talentoso local Yagê Araújo, que entrou no mar para enfrentar o paranaense Jihad Khodr justo quando caiu a chuva e o vento prejudicou a formação das ondas. Num duelo equilibrado, Gegê começou bem com uma esquerda que lhe valeu 6,00 pontos e logo recebeu a resposta do paranaense com 6,65 e logo em seguida uma nota 5,85 pontos. Yagê buscou a virada a todo momento e ainda conseguiu um 4,65 pontos, insuficientes para a virada.

Marquinho e Yagê finalizam em 5º lugar na prova, somam 422 pontos no ranking de acesso da ASP e embolsam U$ 2,250 dólares de premiação.

Fonte: SurfBahia

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Os baianos Bino Lopes e Marco Fernandez vão para as quartas de final do Mahalo Surf Eco Festival

Os surfistas mais bem colocados no ranking de acesso para a elite mundial fizeram suas estreias nesta quarta-feira, na terceira fase do Mahalo Surf Eco Festival na praia da Tiririca, em Itacaré (BA). Dentre os tops, estavam os baianos Bino Lopes e Marco Fernandez, ambos venceram e avançaram para as quartas de final da etapa 4 estrelas do WQS.


O primeiro a entrar na água foi Bino Lopes e com um surfe radical e com pancadas fortes de backside, Bino cravou 8,00 e 6,85 pontos para deixar o catarinense Yago Dora em segundo.

"Graças a Deus consegui pegar uma onda boa logo no início da bateria que me deu tranquilidade para administrar a classificação. Aqui em Itacaré eu me sinto em casa, venho competir aqui desde criança, já tive alguns bons resultados aqui na praia da Tiririca e isso me dá confiança, sem dúvidas. Foi bom começar com vitória e espero continuar neste mesmo ritmo. Todo mundo veio pra cá com a intenção de ganhar o campeonato e eu também vou tentar o bicampeonato nessa praia maravilhosa que tem uma energia muito especial para mim", disse Bino Lopes.

O baiano Erick Moraes vinha fazendo uma excelente campanha, até brigou pela segunda vaga nas quartas, mas não resistiu aos ataques aéreos de Yago e acabou eliminado em terceiro, junto com o Adrien Toyon em quarto.

Depois foi a vez de Marco Fernandez fazer sua estreia e o baiano não decepcionou a torcida. Em um duelo acirrado, Marquinho arrancou 6,25 e 5,40 para vencer a bateria. O venezuelano Rafael Pereira (2º) marcou 7,00 e 4,60 pontos e junto com o pernambucano Luel Felipe (3º), que fez 5,90 e 5,50 em suas duas melhores ondas, ameaçaram Marquinho todo o tempo, mas o baiano contou com a sorte a seu favor. 

Yage Araújo, Aurélio Santana, Franklin Serpa, Rudá Carvalho e Léo Andrade disputam as baterias pendentes da terceira fase nesta quinta-feira.

Fonte: SurfBahia

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Jogando alto - 2º dia do Mahalo Surf Eco Festival

Nesta terça-feira foram realizadas as baterias do segundo round do Mahalo Surf Eco na praia da Tiririca, em Itacaré (BA). 

O dia começou com as duas baterias pendentes da primeira fase, onde o ilheense Léo Andrade fez dobradinha com o local Willy Correia avançando para a segunda fase. 
Inaugurando a segunda rodada da competição, o japonês Reo Inaba se deu bem e venceu a bateria de poucas ondas e notas fracas. 

Rudá Carvalho durante os treinos em Itacaré - Foto Leandro Rolim

O soteropolitano Erick Moraes fez sua parte e se garantiu com a segunda colocação, deixando o ilheense Bruno Galini e o local Nicholas Carvalho de fora da briga pelo título em Itacaré. 
O atleta de Canavieiras Aurélio Santana mandou bem e numa bateria disputada se garantiu na terceira fase. Com notas 6.20 e 5.75 pontos, Aurélio somou 11.95 pontos, com o potiguar Alan Jhones em segundo (11.50), o francês William Aliotti em terceiro (11.35) e o argentino Lucas Santamaria em quarto. 


No confronto seguinte foi a vez do ilheense Franklin Serpa marcar 7.00 e 6.40 para avançar em primeiro, com o catarinense Alex Lima em segundo. 
A melhor performance baiana ficou para a última bateria do dia, com Rudá Carvalho dando show de manobras aéreas. Num duelo de alto nível com o jovem paulista Gabriel André, o baiano anotou 8.25 e 7.00, mas não conseguiu impedir a vitória de Gabriel, que marcou 8.75 e 6.90 pontos. 

Mesmo avançando em segundo, Rudá mostrou um repertório moderno e fez o público vibrar há poucos segundos do término da bateria, quando pegou uma direita da série e aplicou um aéreo muito alto, levantando a platéia nas areias da praia da Tiririca.

Além de Galini e Nicholas Carvalho, Iago Silva, Irivan Junior, Alandreson Martins e Jorge Darzé foram as baixas baianas do dia. Léo Andrade e Willy Correa estão escalados nas duas últimas baterias da segunda fase e devem entrar na água nesta quarta-feira.


Iago Silva no Mahalo Surf Eco Festival - Foto Fabriciano Jr.
Fonte: SurfBahia

sábado, 25 de outubro de 2014

Israel Salas é tricampeão do Mahalo Bodyboarding Show

Sempre que Israel Salas e Uri Valadão entram na água, a bateria pega fogo. E neste sábado não foi diferente, na final do Skol apresenta Mahalo Bodyboarding Show, etapa que definiu os campeões brasileiros da temporada em Itacaré (BA).



Em um dia ensolarado, com muito público e ondas muito pequenas na praia da Tiririca, Salas conseguiu uma virada emocionante nos minutos finais para desbancar o rival e garantir o terceiro título consecutivo do evento na Bahia.

Uri liderou a final durante a maior parte da bateria, mas Salas buscou a virada o tempo inteiro e bateu na trave duas vezes. Com uma esquerda bem surfada até o inside, o atleta finalmente virou o placar e manteve a soberania no Mahalo Bodyboarding Show e também no Circuito Brasileiro, garantindo seu nome no topo do ranking pela terceira vez na carreira.

“Eu sabia que podia chegar, se fosse da vontade de Deus, e consegui”, declarou o campeão, emocionado. Nascido na Bahia, ele mudou-se para o Espírito Santo há dois anos e vem representando os capixabas nas competições.

Nas semifinais, Israel Salas derrotou o alagoano Tibúrcio Neto por 13.75 a 12.90, enquanto Uri levou a melhor sobre o carioca Amilton Júnior por 9.50 a 8.25.

Entre as mulheres, a macaense Jéssica Becker conquistou o bicampeonato nacional depois de bater a capixaba Neymara Carvalho na final. Antes de superar Neymara, Jéssica venceu a revanche contra a cearense Isabela Sousa, para quem havia perdido na final da última etapa do Mundial e viu o título escapar para a Alexandra Rinder, das Ilhas Canárias.

Um fato curioso é que por pouco Jéssica não ficou fora do Skol apresenta Mahalo Bodyboarding Show em Itacaré. Quando tentou se inscrever na prova, o limite já havia esgotado, pois a diretoria da Confederação Brasileira não esperava a presença de muitas meninas. Com as solicitações de Jéssica e de outras atletas, novas vagas foram abertas e a macaense pôde lutar pela taça.

Na categoria Open, o carioca Lúcio Santana, que foi destaque nas primeiras fases com atuações expressivas, levou o título nessa primeira etapa do Circuito Brasileiro. Na final, Lúcio bateu o conterrâneo André Luis (2º), o baiano Lucas Rodrigues (3º) e o carioca Adejaldo Silva (4º).

O ilheense Lucas Rodrigues foi o melhor baiano na Open e comemorou o bom resultado em Itacaré.

Na Sub 16, o carioca Sócrates Santana não deu chances aos adversários na final e liderou com folgas toda bateria. Sócrates anotou 16.25 pontos, deixando Kalã da Hora em segundo, o cearense Douglas Matos em terceiro e o também cearense Diego Gomes em quarto.

Fonte: SurfBahia

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Surf Eco Festival aterrisa novamente em Itacaré, de 27 de outubro a 1º de novembro

Vem aí a 7ª edição do SURF ECO FESTIVAL novamente na Praia da Tiririca em Itacaré - Bahia. E dessa vez, inovando, sendo o primeiro evento mundial sustentável, prometendo lotar as areias da tiririca para mais um show de surf, ecologia e diversão.

CAMPEONATO 
O grande objetivo do SURF ECO FESTIVAL é fazer uma prova do World Qualifying Series (WQS) diferente do convencional, com atrativos que ultrapassem os limites das boias de competição. E nisso os organizadores do evento vêm acertando em cheio desde a primeira edição do evento, realizado em junho de 2008.
O diretor executivo Roberto Perdigão, da ASP South America, confirma que o Surf Eco Festival realizado na Bahia é a etapa mais antiga do tour da ASP em atividade durante os últimos 7 anos. Em 2013 o evento foi realizado em Itacaré, na praia de Tiririca, com grande aprovação dos atletas nacionais e internacionais.

Este foi o cenário do Surf Eco Festival em 2013
ECOLOGIA 
Uma série de atividades ecológicas e culturais fazem o público e os atletas esquecerem as baterias em alguns momentos e entrarem de cabeça na consciência ecológica.
Para incorporar o Surf Eco Festival a todo acervo cultural e turístico os organizadores oferecem aos atletas, turistas e principalmente para a região um projeto de gestão socioambiental. Foi realizada uma semana de palestras, oficinas com a comunidade e tendas ambientais na praia com exposições e atividades.
Além disso, em 2013, o evento cumpriu uma função social muito importante quando trouxe à praia cerca de 1.000 alunos de escolas públicas, a maioria da periferia de Itacaré, para participarem de atividades que auxiliam na formação de uma consciência sobre preservação e manutenção do meio-ambiente. Associar esporte ao meio-ambiente é uma iniciativa que busca disseminar uma política de paz, ao mesmo tempo mostrar o quanto é importante para o ser humano manter uma postura preservacionista.

EVENTO SUSTENTÁVEL - Energia Solar no Surf Eco Festival 


De forma pioneira no circuito mundial de Surf, o ECO SURF FESTIVAL estará produzindo a sua própria eletricidade utilizando a energia solar.  A ideia apresentada pela USINAZUL,  empresa especializada em energia renovável,  é inédita e foi muito bem recebida pela organização do evento, que abraçou de imediato a inovação de gerar sua própria energia de forma sustentável.
O projeto conta também com a parceria do Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos (LSF) do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da Universidade de São Paulo (USP), que fornecerá o sistema de energia solar, supervisionará a instalação e fará monitoramento durante o evento, gerando informação e promovendo a difusão da energia solar.  O IEE tem participado de grande projetos de energia solar no Brasil, como o recém inaugurado em Fernando de Noronha, na Arena Pernambuco, dentre outros.
O sistema inovador é composto por módulos de energia solar fotovoltaicos e equipamentos eletrônicos de conversão e gerenciamento de energia que permitiram captar energia do sol e transformar em  energia elétrica.  O sistema solar estará conectado a rede de energia da concessionária, no caso da Bahia é a Coelba, gerando energia elétrica em paralelo com esta rede e atendendo ao consumo do evento em tempo real.
Assim, a eletricidade que será utilizada na transmissão do evento pela internet, nos computadores dos juízes, na iluminação do palanque e nas áreas internas e externas, será produzida pelo sol de forma totalmente sustentável.
Sempre que houver excesso na produção energia, ou seja, quando houver maior produção de energia solar que o consumo, este será injetado na rede da Coelba. Por outro lado, sempre que houver um consumo maior que a produção solar, o complemento da demanda de energia será fornecido pela Coelba. Desta forma, a energia vai e vem da concessionária de forma sincronizada e automática de acordo com o uso e a geração solar. De modo que o evento poderá ter toda sua energia elétrica gerada pelo sol.
O projeto de energia renovável será coordenado pelo Eng. Aurélio Souza, Diretor da Usinazul, membro do grupo de pesquisa em energia solar da USP, Conselheiro do Green Climate Fund da ONU (GCF/UNFCCC). O LSF/IEE/USP é coordenado pelo Prof. Dr. Roberto Zilles, um dos maiores especialistas mundiais em energia solar e parceiro deste projeto.

SHOW

Desde 2008 o Surf Eco festival se despede com um grande show. Nos palcos já brilharam diversas bandas de âmbito nacional, local e municipal, como O Rappa, Natiruts, Charlie Brown Jr, Cidade Negra, Raimundos, Diamba, Adão Negro, Massa Sonora, entre outros.
Tradicionalmente é um verdadeiro festival, que conta com a participação de vários estilos musicais, como reggae, pop, rock, heavy-metal e outros.
Além dos shows de encerramento, numa arena especialmente montada para esta finalidade, ainda acontecem pocket-shows na área VIP do evento e na praia, todo final de tarde, para animar a galera que prestigia a parte esportiva do projeto.
Esta é, sem dúvidas, um casamento que deu certo: SURF e MÚSICA.
Data: 01 de Novembro
Show de encerramento com:
O Rappa | Ponto de Equilíbrio | Strike | Massa Sonora
Informações: 71 3014.1510
VENDAS: Point do Karioka (Ilhéus), Lojas Backdoor (Itabuna e Ilhéus), Lojas Mahalo (Itacaré).

O Surf Eco Festival é realizado pela Dendê Produções, com apoio da Backdoor e patrocínio da Prefeitura Municipal de Itacaré, Governo do Estado da Bahia e Petrobras, além do apoio da Federação Baiana de Surf e Associação de Surf de Itacaré. O evento é homologado pela ASP South America como uma etapa do ASP World 4-Star e será transmitido ao vivo na internet pelo www.surfecofestival.com.br

Fonte:  www.surfecofestival.com.br
 

domingo, 14 de setembro de 2014

Bahia Bodyboarding Show em Itacaré de 21 a 25 de outubro

Vem aí mais uma edição do Bahia Bodyboarding Show, pela segunda vez em Itacaré!
Depois do sucesso dos anos anteriores, a Skol apresenta a 6ª edição do Bahia Bodyboarding Show 2014, em Itacaré. Entre os dias 21 e 25 de outubro, os grandes nomes do esporte do país disputam a segunda etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboarding na paradisíaca Praia da Tiririca. Atletas das categorias ‘Profissional Masculino’, ‘Profissional Feminino’, ‘Open Masculino’ e ‘Sub-16 Masculino’ disputam R$ 50 mil em prêmios, além dos títulos e pontuações no ranking nacional. 

Com realização da Champ Produções e chancela da Confederação Brasileira de Bodyboarding, a competição recebe o patrocínio da Petrobrás, Bahiatursa e Prefeitura Municipal de Itacaré. O Bahia Bodyboarding Show 2014 receberá cerca de 150 competidores entre profissionais e amadores.
Pelo segundo ano consecutivo, a paradisíaca cidade de Itacaré, distante cerca de 420 quilômetros da capital baiana, sedia o Circuito Brasileiro do esporte.

Ecologia no Bahia Bodyboarding Show 

Além de esporte e música, a Champ Produções realiza todos os anos durante o evento, uma série de atividades voltadas para Ecologia e conscientização de crianças, atletas e todos os participantes em relação ao meio ambiente. Em 2014 não será diferente. O Bahia Bodyboarding Show será o primeiro evento de surf do mundo que terá a utilização de energia solar. Uma grande estrutura será montada para captação desta energia que será utilizada em prol do próprio espetáculo. O projeto para captação de energia solar é fruto de uma parceria entre as organizadoras dos eventos, Champ Produções e Dendê Produções, com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), sob supervisão do Dr. Aurélio, a maior autoridade em energia solar do Brasil atualmente. Além disso, como parte do Programa Socioambiental apoiado pela Petrobras, o Bahia Bodyboarding Show prepara uma extensa programação com diversas ações como palestras, exposições, exibição de filmes, entre outros.

Bahia Bodyboarding Show agita Itacaré 


Se o campeonato já será um fenômeno, o encerramento não ficará por baixo. Marcado por grandes shows, com bandas nacionais de grande público, o Bahia Bodyboarding Show 2014 promove no dia 25 de outubro um grande evento para parar Itacaré. 
Em uma arena montada na entrada da cidade especialmente para o evento, o público poderá curtir as apresentações de bandas como Natiruts, O Teatro Mágico, Scambo e Battata.
 
Data: 25 de Outubro
Atrações: Natiruts | O Teatro Mágico | Scambo | Battata
Informações: 71 3014.1510
VENDAS: Point do Karioka (Ilhéus), Lojas Backdoor (Itabuna e Ilhéus), Lojas Mahalo (Itacaré).

Fonte:http://itacareurgente.com.br/


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Itacaré recebe o Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding nos dias 6 e 7 de setembro

A segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding,  apresentada pela Backdoor, acontecerá nos dias 6 e 7 de setembro de 2014 na praia da Tiririca.


Os melhores atletas do estado marcarão presença no circuito que se torna válido como Baiano Amador de Surf e Bodyboarding em 2014.

As categorias em disputa serão a Master (a partir de 35 anos), Open (qualquer idade), Junior (até 18 anos), Mirim (até 16 anos), Iniciante (até 14 anos), Infantil (até 12 anos), Open Feminino e Bodyboarding Open, com vagas limitadas e inscrições encerradas até a sexta-feira, dia 5 de setembro, no local do evento. A premiação será de pranchas, bloco, bodyboards, kits e troféus. É obrigatório a apresentação do RG por parte dos atletas.

No final de semana que antecede a prova haverá uma ação ambiental juntamente com a Associação de Surf de Itacaré e amigos para limpeza de praia no trecho da Ribeira até a Prainha e chegando lá, haverá uma seletiva para os atletas locais conseguirem vagas gratuitas na competição.

A nova gestão da Federação Baiana de Surf aproveita para divulgar o número de vagas para a primeira etapa e valores das inscrições. Vale lembrar que toda associação terá que seguir o calendário de ações educacionais que será enviado pela FBS.

A segunda etapa do Circuito Bivolt de Surf e Bodyboarding apresentada pela Backdoor Surf Shop tem o patrocínio da Bivolt Energy Drink.

O Apoio fica por conta da Prefeitura Municipal de Itacaré, Secretaria de Esporte, cultura e lazer, Secretaria de turismo, Metal Vidros, Pernalonga Surfboards, Genesis Bodyboards, The One Fyns e Biquínis Três Marias.

A realização é da Associação Ilheense de Surf e Associação Ilheense de Bodyboarding em parceria com a Associação de Surf de Itacaré e homologação da Federação Baiana de Surf e Federação de Bodyboard do Estado da Bahia.

A Cobertura completa você acompanhar nos veículos que apoiam o esporte baiano. Mais informações na página do facebook Associação Ilheense de Surf ou Bivolt Energy Drink. Contato por telefone pelo número 73 9160-6838.

Categorias, vagas, valores e premiação para o campeão

Master – 16 vagas – R$60,00 - Prancha

Open – 32 vagas – R$60,00 - Prancha

Júnior – 16 vagas – R$60,00 - Prancha

Bodyboarding Open – 24 vagas – R$60,00 - Bodyboard

Feminino - 12 vagas –  R$20,00 - Biquínis

Mirim – 16 vagas – R$60,00 - Prancha

Iniciante – 16 vagas – R$40,00 Bloco

Infantil – 12 vagas – R$20,00 Kits
Fonte: Surfguru

terça-feira, 11 de março de 2014

Programa Carbono Neutro agora é Turismo CO2 Legal.

Turismo CO2 Legal é a nova versão do programa “Turismo CO2 Neutro“, uma iniciativa socioambiental da entidade Mecenas da Vida que, em 2011, foi reconhecida pela UNESCO como exemplo de novas e boas práticas que se reportam às questões da educação para o desenvolvimento sustentável. Em 2013, concorrendo com 200 projetos, o “Turismo CO2 Neutro” foi uma das 5 iniciativas aprovadas no Edital TAM Sustentabilidade. A partir da parceria com a TAM Linhas Aéreas, o programa entrou num novo estágio, cujo foco é ganhar escala para consolidar o programa na Área de Proteção Ambiental Costa de Itacaré/Serra Grande, e replicar a iniciativa para outros destinos turísticos da Bahia e do Brasil.
Novo selo fixado nos estabelecimentos que participam do programa.

A proposta do Turismo CO2 Legal é promover o envolvimento e o comprometimento de todos os atores sociais que, direta ou indiretamente, se relacionam com o turismo na região, a fim de minimizar os impactos ambientais e, ao mesmo tempo, propiciar a melhoria da qualidade de vida das comunidades que vivem no meio rural. Para isso, as empresas e negócios ligados à cadeia produtiva do turismo (Pousadas, Hotéis, Restaurantes, Bares, Cabanas, Lavanderias, Receptivos, Cybers, além de mercados, farmácias, padarias, todos os tipos de lojas e até residências), bem como os turistas, compensem as emissões de CO2 geradas pelos seus negócios, e pelas suas viagens ao destino.
 

O que mudou?

Com recursos provenientes do apoio TAM Sustentabilidade, elaboramos um novo plano estratégico visando fortalecer e ampliar os impactos do programa. O plano trouxe as seguintes diretrizes:
  • Mudança no foco e no nome do programa: Tornando-o mais impactante e coerente do ponto de vista ambiental, onde o principal foco passa a ser a conservação das florestas, visto que o desmatamento está entre as principais fontes de emissão de GEE-Gases de Efeito Estufa no Brasil. Além disso, a conservação das florestas evita uma série de problemas associados ao desmatamento como, por exemplo: a perda da biodiversidade, a degradação dos recursos naturais, o empobrecimento do solo, a desertificação, o assoreamento de nascentes e dos rios, as alterações no ciclo de chuvas, a proliferação de pragas e doenças etc. Com o foco na conservação das florestas, o reflorestamento das áreas degradadas continua acontecendo enquanto objetivo secundário do programa. Assim, o “Turismo CO2 Neutro” – que se baseava no conceito da “neutralização de emissões” através do reflorestamento – passa a se chamar Turismo CO2 Legal, utilizando o conceito da compensação de emissões para promover a conservação das florestas.
  • Mudança nos cálculos de participação das empresas/negócios no programa: Para trazer praticidade às empresas e à equipe executora do projeto, elaboramos um estudo que padronizou os níveis de emissão de Gases de Efeito Estufa das empresas/negócios associados à cadeia produtiva do turismo. Este estudo levou em consideração as médias anuais dos inventários de emissão dessas empresas, durante os 4 anos de execução do programa. Com base nas médias de emissão, e no consumo médio anual de energia elétrica (cujo item mede com maior precisão o nível de atividade dos negócios), elaboramos uma estratificação agrupando as empresas em diferentes níveis de emissão. Os meios de hospedagem, por exemplo, foram classificados em 6 níveis, indo de 2 Reais por quarto/mês (o mais baixo), a 10 Reais por quarto/mês (o mais alto). Se um meio de hospedagem está no nível 3 e possui 10 quartos, isso significa que ele pagará R$30,00 para compensar as suas emissões. De modo geral, os valores ficaram bem próximos daqueles que as empresas/negócios pagavam para neutralizar. Alguns tiveram os valores de contribuição diminuídos, outros tiveram os valores aumentados. Essa estratificação em níveis de emissão dispensa a realização dos inventários anuais de emissão.
  • Mudança na forma de pagamento das contribuições: Os recolhimentos mensais geravam dois problemas para a execução do projeto: 1) um esforço considerável para recolher, pessoalmente, as contribuições; e 2) a dificuldade de planejar, com precisão, o repasse da Bolsa Conservação aos agricultores, visto que existem atrasos no pagamento das contribuições. Para facilitar esses processos, a proposta do plano estratégico é a de que as contribuições abaixo de R$ 100,00 sejam pagas trimestralmente. Desta forma, o parceiro que contribui com uma mensalidade de R$ 50,00 pagaria, a cada 3 meses, o valor de R$ 150,00. Com isso, agilizamos o trabalho com os recolhimentos e podemos planejar os repasses da Bolsa Conservação.
  • Criação da Calculadora Turismo CO2 Legal: A calculadora é um aplicativo on line desenvolvido para ser hospedado no site da instituição e no site dos parceiros do programa. Desta forma, os turistas que visitam a região poderão conhecer, e compensar, as emissões de GEE-Gases de Efeito Estufa geradas pelos meios de transportes que utilizam para chegar, e partir, do destino. A calculadora proporciona aos turistas a possibilidade de exercitarem, e adotarem, a prática da responsabilidade socioambiental em suas viagens, transformando o impacto ambiental em uma ação positiva.
  • Criação do Cartão de Vantagens Turismo CO2 Legal: O cartão de vantagens surgiu a partir de uma pesquisa, elaborada pela instituição, que apontou que 93% dos turistas entrevistados compensariam suas emissões se recebessem algum tipo de vantagem. Ao compensar suas emissões, o turista receberá, nos meios de hospedagem certificados, o Cartão de Vantagens Turismo CO2 Legal que dará a ele descontos na rede de empreendimentos cadastrados pelo programa. Com o uso do cartão de vantagens é muito provável que, ao final da estadia no destino, o montante de descontos obtidos pelo turista seja maior do que o valor pago pela compensação. Isso é um grande estímulo para que os turistas compensem as emissões das suas viagens, possibilitando o envolvimento de um grande número de agricultores no programa. Nossa previsão é a de que o Cartão de Vantagens Turismo CO2 Legal comece a circular a partir de março de 2014.
  • Estabelecer parceria com os municípios de Itacaré e Uruçuca: A diretriz do plano estratégico aponta para a necessidade do Turismo CO2 Legal criar alianças com os municípios, de modo a fortalecer a imagem e os benefícios do programa. Uma das estratégias que pode aumentar a participação das empresas no programa é o oferecimento de descontos nos impostos municipais para as empresas certificadas pelo Turismo CO2 Legal, tais como o Alvará de Funcionamento e/ou IPTU. Essa política de desconto de impostos pode ser uma forma do município incentivar as empresas a assumirem práticas de responsabilidade socioambiental, fato que contribui para melhorar, e valorizar, e a imagem do destino turístico, aumentando a visitação e, consequentemente, aumentando a arrecadação de impostos municipais. Uma rede onde todos são beneficiados. Nossa equipe, no momento, está concentrando esforços para viabilizar essa proposta com os representantes municipais.
Fonte: Mecenas da Vida
http://mecenasdavida.org.br/mudou-agora-e-turismo-co2-legal

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Carnaval Itacaré 2014

Este ano o Carnaval de Itacaré promete agito e alegria para todos os foliões!

O carnaval que é sempre uma data muito bem comemorada na Bahia, promete ser agitado e ainda melhor esse ano em Itacaré, que contará com dois palcos, dando mais espaço para foliões, blocos, bandas e apresentações culturais. Moradores e visitantes poderão curtir a festa com segurança proporcionada pela Polícia Militar além do apoio de pontos de segurança e de câmeras em todo o circuito.

A programação está variada, para agradar a todos os gostos!
Esse ano o agito conta com bandas de reggae, arrocha, axé e pagode, além das bandas locais.



























CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

No dia 28/02, Sexta-Feira será o dia de curtir o Carnaval atrás do trio com a banda TôaTôa de Porto Seguro, levando o Bloco Me Siga e seus foliões ao agito.

Sábado 01/03 será a vez da banda Kortezia se apresentar na Orla, que esse ano terá dois palcos, onde também se apresentarão artistas locais.

Domingo 02/03 é a vez do arrocha agitar a noite de carnaval com a Banda Asas Livres.

Na Segunda-Feira 03/03 será a banda Selva Branca, de Eunápolis a puxar o Bloco Me Siga, e terá a Banda Play Way com o tradicional pagode baiano, na Orla - a confirmar.

E na Terça-Feira de Carnaval 04/03 o agito ficará por conta do reggae de Edson Gomes e Banda.

Além do Bloco Me Siga, que esse ano terá "A Ressaca do Carnaval" no sábado 08/03 com as bandas Trio da Huanna e Moreno no Caprixo; os foliões poderão ainda curtir outros blocos e seus tradicionais abadás, como o Bloco TDB, Bloco Sensação e Vem Comigo.

CARNAVAL ATERNATIVO

E para quem vem a Itacaré afim de fugir da folia de rua têm as opções mais tranquilas e alternativas.
O que é o caso da Cabana Corais que este ano apresenta o "Carnaval Alternativo" entre os dias 28/02 e 03/03 com bandas de reggae, forró, samba e samba rock, e nos intervalos das bandas, música eletrônica; couvert artístico entre R$5 e R$10  e entrada livre para Elas até às 23h.
E ainda os tradicionais bares da Pituba!!!

Agora é só aproveitar a folga e curtir as belezas, o agito dos blocos e foliões, e ainda os famosos "Caretas" que dominam a cidade no período de carnaval, dando mais cores, barulho e encanto a essa cidade que encanta seus moradores e turístas.