segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Paulista Deivid Silva vence a 4ª edição do Itacaré Surf Sound Festival

Sete brasileiros e um peruano disputaram nas quartas de final o título do QS 1500 da Bahia.


Foram quatro dias de muito sol e ótimas ondas. A Praia da Tiririca recebeu cerca de seis mil pessoas durante todo o evento, que foram prestigiar mais de 100 atletas inscritos, vindos de nove países. O evento de entrada gratuita, trouxe a Bahia de volta aos destaques no cenário mundial de surf. As finais serão realizadas na Tríplice Coroa Havaiana de 12 de novembro a 20 de dezembro.

Deivid Silva pegou as melhores ondas que entraram na bateria para derrotar o baiano Marco Fernandez por 17,77 a 14,40 pontos, faturando o título de campeão do Itacaré Surf Sound Festival na Praia da Tiririca. “Consegui fazer boas baterias, eu não ia participar e meu pai insistiu para fazer a inscrição. Agradeço muito a Deus, é sempre muito bom participar desse evento importante. Eu que no começo do ano não tive bons resultados e no meio do ano pra cá consegui recuperar. Estou muito feliz por ter vencido na Bahia, agora é repor as energias e focar na próxima etapa em Maresias”, explica.


Principais atletas do ranking estiveram presente no campeonato, que começou dia 26 de outubro e terminou este domingo (29), entre eles estão os surfistas que passaram para as quartas de final. Quem abriu a primeira bateria foi o catarinense Alejo Muniz e o paulista Weslley Dantas, com o peruano Alonso Correa entrando na segunda com outro paulista que se destacou em Itacaré, Deivid Silva. O baiano Marcos Fernandez enfrentou o paulista Alex Ribeiro, a última vaga para as semifinais foi disputadas pelo dono da maior nota, Krystian Kymerson e o paulista Tales Araújo.

As boas condições do mar proporcionaram grandes momentos durante todo o campeonato, de acordo com a WSL, na competição os juízes avaliam cinco elementos: confiança e grau de dificuldade, manobras progressivas e inovadoras, combinação de manobras fortes e expressivas, variedade de manobras e repertório, além de velocidade, força e fluidez.

Mas não é só de batalha por pontos nos rankings que movimentou a 4ª edição do Itacaré Surf Sound Festival. Um Espaço de Economia Criativa foi montado com ações e apresentações, o objetivo foi promover a conscientização ambiental para crianças e adultos. Cerca de 60 crianças de escolas públicas, privadas e projetos sociais passaram por dia no espaço, sete instituições trabalharam temas de educação ambiental, fazendo dinâmicas, palestras, apresentando vídeos e oficinas.  Durante a visita as crianças receberam mudas de árvores de Pau Brasil e Ipê, que foram plantadas na área da mata ciliar do riacho localizado na Praia da Tiririca e também nos bairros de Itacaré.


A secretaria de Meio Ambiente junto com Associação de Surfe são responsáveis em monitorar o crescimento das mudas. O evento também contou com Posto de Saúde com profissionais especializados e uma equipe da SAMU para prestar atendimento. A proposta do espaço Economia Criativa foi incentivar a preservação da riqueza natural de Itacaré.

Apontada como o destino completo para turistas, Itacaré atingiu 95% de ocupação hoteleira durante a 4ᵃ edição do Festival, a cidade recebe cerca de 150 mil turistas ao ano e conta com aproximadamente 7.500 mil leitos em hotéis, em mais de 90 meios de hospedagem, entre hotéis, pousadas, além de 25 flats, cinco campings e oito hostels.

O evento também integrou música, na noite de sexta-feira (27) a programação musical teve atrações como Conecrew, Maskavo, Marlo Moreira e DJ Banzai. No sábado (28) quem comandou o palco foram as bandas Bruta Raça, Rael Fábrica de Sons, Kasa 8 e DJ Banzai. O Festival de Música é um evento em parceria com o Itacaré Surf Sound Festival, autônomo e desvinculado da Organização do ISSF.

O "South To South apresenta Itacaré Surf Sound Festival" é uma realização do Governo da Bahia, através da Secretaria de Turismo (Setur) e Bahiatursa, da Prefeitura Municipal de Itacaré e da MVU Eventos. O evento conta com o apoio da Terra Boa Hotel Boutique, Associação de Surf de Itacaré (ASI), Grou Turismo, Instituto Floresta Viva, Faculdade Madre Thaís e Devassa.

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Campeão Mundial de Surf QS masculino pode ser definido em Itacaré

A Praia da Tiririca em Itacaré, vai receber entre os dias 26 e 29 de outubro, alguns dos melhores surfistas do mundo, em busca dos 1.500 pontos no ranking de acesso do Qualifying Series. E como a cidade vai sediar a penúltima etapa do mundial de surf 2017, há a possibilidade de que o grande campeão do QS Masculino seja confirmado nas ondas de Itacaré. Entre os cabeças de chave do Itacaré Surf Sound Festival estão o catarinense Alejo Muniz e o paulista Alex Ribeiro, ambos ex-integrantes da elite no ano passado e que buscam a volta ao Tour.


FOTO: Gaby Cossio
Entre os baianos, Bino Lopes e Marco Fernandez garantiram presença, assim como o local Yagê Araújo, que vive uma grande fase nas competições e vai competir com a torcida a seu favor. Além de Yagê, os locais serão representados ainda por Alandreson Martins, Iago Silva, Félix Martins, Igor Farias, Davi Silva, Júnior Santos e o baiano radicado na França, Olivier Cassaigne. No time baiano ainda teremos Franklin Serpa, Bruno Galini, Artur Cerqueira, Italo Rosa, Erick Moraes e Elson Vieira.

O Mundial de Surf em Itacaré contará ainda com a presença de nomes como Raoni Monteiro, Heitor Alves, Thiago Camarão, Victor Bernardo, Hizunome Bettero, Jihad Khodr, Krystian Kymerson, Weslley Dantas, Jean da Silva, Victor Mendes, Robson Santos, Gabriel Farias, Alan Donato e outros. Entre os estrangeiros, destaque para o japonês Kaito Ohashi, o chileno Guilhermo Satt e o peruano Juninho Urcia.



A estrutura para a realização do mundial de Surf QS 1.500 masculino e do Itacaré Surf Sound Festival, já está praticamente pronta. Uma grande estrutura de palco está sendo montada para transmitir o evento ao vivo para todo o mundo e ainda de espaços para exposições ecológicas, atrações folclóricas, espaços para os atletas, imprensa, premiação, postos de salva-vidas e área para o público. E na Praia do Resende está sendo montada uma estrutura para a realização dos shows musicais.

Paralelo ao mundial será realizado o Onda Fest Itacaré, que acontecerá nos dias 27 e 28 na Praia do Resende. De acordo com a programação, na sexta-feira, dia 27, estarão se apresentando as bandas ConeCrew, Maskavo, além de Marlon Moreira e DJ Banzai. No sábado, dia 28, será a vez das bandas Bruta Raça e Rael, Fábrica de Sons, Banda Kasa 8 e o DJ Banzai. Os ingressos estão à venda online, ou na loja South to South, em Itacaré, e nas lojas da Back Door, em Ilhéus e Itabuna.
Realizado pela World Surf League (WSL) e pela Prefeitura Municipal, a etapa do mundial de surf de Itacaré vai distribui US$20 mil em prêmios, e vai colocar mais uma vez a cidade como uma referência internacional do esporte. E como o grande diferencial será o alerta para a preservação ambiental, durante o mundial entidades como o Recicla Itacaré, Instituto Floresta Viva, Instituto Baleia Jubarte e Associação de Surf de Itacaré, em parceria com as secretarias de Meio Ambiente e Educação, estarão desenvolvendo ações educativas com estudantes das redes públicas e particulares e os próprios participantes do evento, mostrando a importância da preservação do meio ambiente, com palestras, atividades de coletas, exposições artísticas e plantio de mudas.

O retorno do mundial de surf para Itacaré foi uma ação do prefeito Antônio de Anízio e do diretor de planejamento Cleber Miranda, que desde o mês de fevereiro vem se reunindo com representantes da WSL South América, empresa responsável pelo evento, manifestando o desejo da cidade voltar a sediar o mundial. De acordo com o prefeito, Itacaré é hoje conhecida a nível internacional pelo surf e não poderia continuar de fora do mundial, não somente pelo incentivo ao esporte, mas pelo retorno que eventos como esse traz para o turismo local, movimentando a economia da cidade. O Mundial QS1.500 masculino e o Itacaré Surf Sound Festival contam ainda com o apoio da South to South, Associação de Surf de Itacaré, Câmara de Vereadores, Instituto Floresta Viva, Pousada Terra Boa, Grou Turismo.

Fonte: Secretaria de Comunicação - Prefeitura de Itacaré

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Surfistas de mais de 10 países já estão inscritos no Mundial de Surf em Itacaré

Surfistas profissionais de mais de 10 países, e que disputam o título de Campeão Mundial de Surf 2017, já confirmaram presença no QS 1.500 masculino (((Itacaré Surf Sound Festival))) que acontecerá entre 26 e 29 de outubro, na Praia da Tiririca. Dentre os grandes nomes do surf mundial estará em Itacaré o atleta Adriano de Souza, mais conhecido como Mineirinho, surfista profissional brasileiro, campeão mundial de surfe da World Surf League em 2015, sendo o segundo brasileiro da história a se tornar campeão do mundo. E as inscrições continuam abertas com a expectativa da etapa de Itacaré ser uma das mais disputadas do mundo.


Realizado pela World Surf League (WSL) e pela Prefeitura Municipal, a etapa do mundial de surf de Itacaré vai distribuir US$20 mil em prêmios e vai colocar mais uma vez a cidade como uma referência internacional do esporte. E como grande diferencial será o alerta para a preservação ambiental: durante o mundial entidades como o Recicla Itacaré, Instituto Floresta Viva, Instituto Baleia Jubarte, Mecenas e Associação de Surf de Itacaré, em parceria com as secretarias de Meio Ambiente e Educação, estarão desenvolvendo ações educativas com estudantes das redes públicas e particulares, e os próprios participantes do evento, mostrando a importância da preservação do meio ambiente com palestras, atividades de coletas, exposições artísticas e plantio de mudas.

O retorno do Mundial de Surf para Itacaré foi uma ação do prefeito Antônio de Anízio e do diretor de planejamento Cleber Miranda, que desde o mês de fevereiro vêm se reunindo com representantes da WSL South América, empresa responsável pelo evento, manifestando o desejo da cidade de voltar a sediar o mundial. De acordo com o prefeito, Itacaré é hoje conhecida a nível internacional pelo surf e não poderia continuar de fora do mundial, não somente pelo incentivo ao esporte, mas pelo retorno que eventos como esse trazem para o turismo local, movimentando a economia da cidade. O Mundial QS1.500 masculino Itacaré Surf Sound Festival e o Onda Fest Itacaré contam ainda com o apoio da South to South, Associação de Surf de Itacaré, Governo da Bahia, Instituto Floresta Viva, Pousada Terra Boa e Grou Turismo.


FESTIVAL – Paralelo ao mundial de surf, será também realizado o "Onda Fest Itacaré", que acontecerá nos dias 27 e 28 na Praia da Resende. De acordo com a programação, na sexta-feira, dia 27, estarão se apresentando as bandas ConeCrew, Maskavo, Marlon Moreira e DJ Banzai. No sábado, dia 28, será a vez das bandas Bruta Raça, Rael, Fábrica de Sons, Banda Kasa 8 e o DJ Banzai. Os ingressos estarão à venda na loja South to South, em Itacaré, e nas lojas BackDoor, em Ilhéus e Itabuna.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Campeonato Baiano de Stand Up Paddle começa dia 18 em Itacaré

Itacaré vai sediar, no período de 18 a 21 de outubro a 6ª Etapa do Campeonato Baiano de Stand Up Paddle 2017. O evento que acontecerá na Praia da Concha, vai reunir cerca de 150 atletas de toda a Bahia, disputando as categorias Kids, Júnior, Fun Race, Race Amador, Race Pro 12 e 14 e Paddle Board. A realização é da ABASUP e Eco Trip Viagens e Turismo, com o apoio da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Esportes e vários empresários locais.


O objetivo do evento é fomentar e difundir o esporte Stand Up Paddle, uma das modalidades aquática que mais cresce no mundo, propiciando a interação dos atletas com a comunidade local, desenvolvendo o esporte e novos atletas, destacando as belezas naturais de Itacaré e estimulando o turismo, bem como o mercado de eventos esportivos na cidade. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, ressaltou que o Stand Up já vem se tornando uma referência na cidade, com atletas que já são destaque a nível nacional, daí a importância do município sediar esse evento para despertar novos talentos e possibilitar o intercâmbio dos atletas locais com praticantes do esporte de outros municípios e estados brasileiros.
A competição tende a se tornar a principal prova de Stand Up Paddle do interior da Bahia, entrando definitivamente no calendário do campeonato estadual e do calendário de eventos de Itacaré, promovendo os atrativos turísticos da região, estimulando a prática de atividades esportivas ao ar livre, e a formação de uma nova geração de atletas. Em 2017, na sua segunda edição, a competição chega com novo nome e uma marca mais moderna a fim de ganhar capilaridade e fortalecer o branding da prova e da cidade sede. A partir de agora a prova se chamará Itacaré Paddle Race.
Veja a programação completa clicando aqui.


A primeira edição da competição Itacaré Paddle Race aconteceu em outubro de 2016, sendo um verdadeiro sucesso de público e de atletas, trazendo inúmeros benefícios econômicos e sociais para o município, com ampla movimentação em setores como hospedagem, alimentação e receptivo. A realização desta competição favoreceu a formação de uma forte equipe de atletas locais que passaram a disputar as primeiras colocações no estado e tiveram excelentes participações no brasileiro da categoria.